Como a precisão do 9F é levada em direção ao absoluto.

Caliber 9F is accurate to ±10 seconds per year.
O Calibre 9F possui uma precisão de até ±segundo por ano. Para proteger esta alta precisão contra o impacto de períodos prolongados em temperaturas extremamente altas ou frias, ele possui um interruptor de regulagem.

Como a precisão do 9F é levada em direção ao absoluto.

Caliber 9F is accurate to ±10 seconds per year. To protect this high precision from the impact of prolonged periods in extremely high or cold temperatures, it features a regulation switch.

Calibre 9F. Precisão protegida contra condições extremas por um sistema de ajuste.

A chegada do Seiko Quartz Astron em 1969 foi uma verdadeira revolução na precisão do cronômetro. Até o Astron de Quartzo, a tecnologia de escape como o regulador de tempo secular havia reinado suprema e, até hoje, permanece incontestada como o melhor mecanismo regulador na relojoaria mecânica, mas, em termos de precisão, o relógio de quartzo estabeleceu um novo padrão de precisão até dez vezes maior do que aquele alcançado até mesmo pelos melhores relógios mecânicos.

Para a Grand Seiko, porém, mesmo este novo nível de precisão não foi suficiente e a equipe foi em busca de novos avanços. Não foi fácil manter a precisão de um movimento de quartzo no nível excepcional que Grand Seiko exigia. As diferenças individuais surgem inevitavelmente nos minúsculos osciladores de cristal de quartzo em forma de diapasão. Assim sendo, uma seleção cuidadosa e um procedimento rigoroso de teste e verificação são necessários para que apenas os osciladores de cristal que possam manter a alta precisão exigida pelo Calibre 9F sejam selecionados. Esta seleção é feita através de um método chamado "envelhecimento". Durante 90 dias, uma corrente elétrica é passada através de cada cristal de quartzo previamente selecionado, fazendo com que eles vibrem. Durante esse tempo, qualquer deformação mecânica gerada no estágio de processamento é retificada e o verdadeiro desempenho do cristal é realçado. Os osciladores de cristal para o calibre 9F são então selecionados pela primeira vez após este teste de resistência de três meses.

Em um relógio mecânico, a roda de balanço é altamente vulnerável ao impacto da gravidade e ao movimento do pulso, mas em um movimento de quartzo, é a temperatura que impõe o desafio. Para garantir que as variações na temperatura ambiente não levem a mudanças no índice de precisão do relógio, a temperatura dentro de cada movimento do 9F é medida 540 vezes por dia e são feitos ajustes finos para compensar qualquer alteração no desempenho do cristal de quartzo. A precisão de ±10 segundos por ano do calibre 9F não seria possível sem este recurso de compensação térmica. Mas a equipe de design foi ainda mais longe. O movimento 9F também possui um interruptor de regulagem que pode ser usado para ajustar a precisão do relógio, assim como os reguladores fazem em movimentos mecânicos. Embora o calibre 9F tenha uma precisão surpreendente, a possibilidade de que as condições ambientais façam com que ele adiante ou retarde não pode ser completamente descartada, de modo que este mecanismo de regulagem foi criado como uma forma adicional de garantir o mais alto nível de precisão possível. Surpreendentemente, nos 25 anos desde o lançamento do primeiro relógio Grand Seiko 9F, nunca houve um relato de imprecisão suficientemente significativo para exigir o uso deste botão de regulagem. Você consideraria esta função função totalmente desnecessária? Ou talvez a consideraria como algo que se espera de um Grand Seiko?

Read More